Principal

Dicas Aprendizados Brinquedos e seus Estímulos

03/02/2021 / 22 dias atrás

Como desenvolver atividades de coordenação motora fina na educação infantil?

Como desenvolver atividades de coordenação motora fina na educação infantil?

Quando vemos alguém se destacando com certas habilidades na área artística, poderíamos afirmar que esses talentos vieram desde a infância? Com certeza! E isso tem a ver com a coordenação motora fina.

Pinturas de quadros, grafites, caricaturas, são alguns exemplos.

Primeiro vamos entender o que é a coordenação motora.

É a capacidade que o corpo tem para desenvolver as mais diversas ações. Correr, pular, saltar, andar, segurar um lápis, recortar, desenhar etc. Isso tudo exige uma coordenação motora.

Ela pode ser classificada em dois tipos: fina e grossa.

A grossa refere-se ao uso de movimentos de músculos maiores e se desenvolve nas atividades de subir escadas, chutar, pular ou correr, por exemplo.

Na infância, quando há um déficit nessas habilidades, a criança sentirá dificuldade em práticas esportivas e pode vir a ocasionar baixa autoestima.


 

O que é coordenação motora fina?

Na coordenação motora fina observamos o uso de músculos menores como os dos pés e mãos. Os movimentos são mais apurados e com eles a criança consegue desenhar, pintar, escrever, abotoar, desmontar, encaixar, recortar.

Essa coordenação já vem a partir do nascimento. Ela se desenvolve gradualmente desde os 2 meses, quando se torna perceptível aos nossos olhos. Vejamos esta evolução:

· Recém-nascidos até dois meses: seu reflexo é de pegar qualquer objeto, sempre com as mãos e pés juntos como se fossem um só. Com o tempo ele vai tendo controle sobre os membros, que passarão a se movimentar independentemente.

· 2 a 4 meses: o bebê vira a cabeça seguindo o som de quem está falando, consegue virar de barriga pra baixo e permanece com a cabeça firme quando fica sentado.

· 6 meses: alcança os pés, pega e segura objetos, leva a comida e outros objetos a boca.

· 9 meses: bate objetos com as duas mãos, senta-se sozinho, engatinha ou já consegue ficar de pé com apoio, descobre a “pinça” com o polegar e o indicador.

· 1-2 anos: vira a página de um livro, pega um giz de cera inteiro com a mão, aprende a andar e correr, inclina-se para pegar coisas e volta a ficar de pé, arremessa coisas.

· 2-3 anos: sabe usar tesoura, faz linhas simples, monta torres de 6 cubos.

· 3-6 anos: reproduz linhas e formas, consegue escrever o nome, veste-se de forma autônoma.


 

Por que é importante desenvolver estas habilidades?

Com o desenvolvimento da coordenação motora fina, a criança, desde bebê, vai sendo estimulada a articular de forma ordenada as mãos e consequentemente o aperfeiçoamento da visão.

Destacamos também que o fortalecimento dos músculos das mãos e o seu controle é primordial antes de começar o ensino fundamental.

Entre outros destaques podemos citar:

· acerto no controle de sua própria força ao pegar ou soltar objetos;

· exploração de um mundo livre para criatividade;

· melhor utilização de materiais artísticos;

· maior autoestima e segurança;

· precisão no uso de equipamentos modernos como digitação e toques no celular;

· socialização num ambiente de imaginação e interação;

· desenvolvimento da maturidade emocional e física;

· garantia de talentos específicos na vida adulta;

· melhor domínio do corpo;

· aprimora a concentração;


 

Quais atividades podemos fazer com as crianças?

Existem diversos brinquedos para desenvolver a coordenação motora fina. Podemos tanto usar objetos cotidianos e materiais de papelaria, quanto brinquedos mais específicos.

Segue abaixo uma lista de sugestões:

1) desenhar utilizando vários materiais (canetinha, lápis, pincel);

2) brincar com água (esponja, bexiga, copo, canudinho etc.);

3) pintura (giz-de-cera, lápis-de-cor, aquarela);

4) recortar e colar;

5) pintura com os dedos;

6) atividade de pinçar (colher com bolinha, catar feijão com hashi);

7) jogo de varetas;

8) montar pulseiras com miçangas;

9) jogo de ligar pontos;

10) montar temas com lego;

11) quebra-cabeças;

12) recortes com tesouras;

13) basquete com papel amassado (varie os tipos de papel);

14) brincadeiras com palitos de fósforo;

15) castelo de cartas.


 

Aprender a escovar os dentes, igualmente, ajuda neste desenvolvimento.

Estimule as crianças a expandir suas aptidões, faça-a descobrir. Vimos o quanto é vantajoso e importante para seu desenvolvimento, autonomia e socialização.

Não troque estes momentos de integração e crescimento por tablet ou celular. O uso destes dispositivos pode levar a mudanças na função do músculo e tem um efeito negativo na aquisição destas habilidades motoras finas.


 

Em nossa loja, você encontrará diversos brinquedos estimulantes para a coordenação motora fina para todas as fases da infância da criança.

Conta pra gente o que achou!

0 comentário

Deixe seu comentário

Comentário

Nome

E-mail

Quanto é 4 + 3?

NEWSLETTER

Digite seu e-mail

Não se preocupe, também não gostamos de SPAM :)

Como desenvolver atividades de coordenação motora fina na educação infantil? - Blog da laluka

Todos os direitos reservados | LALUKA BRINQUEDOS COMÉRCIO VAREJISTA LTDA | 34.005.823/0001-21